Fale pouco, fale o necessário

Omita os fatos mais complicados, vá direto ao ponto, pois você possui o melhor produto.

Depois de muito gastar saliva, estou aprendendo a como me dirigir as pessoas leigas, isso é verdade, existe maneiras de deixar seu cliente mais confiante e impressionado com o seu trabalho apenas falando a língua deles.

Sempre gostei de deixar as coisas claras, bem ao estilo “transparente” de ser, porem, isso não funciona tão bem quanto eu pensava. Eu gosto da Web, convivo com ela, leio meus feeds todos os dias, que falam tudo a respeito de desenvolvimento de Web Sites, até os meus livros são direcionados para o que os clientes consideram um submundo, o meu chefe nunca ouviu falar de nada daquilo que eu mais sei! Torce o nariz quando ouve a palavra XHTML, isso quando a pronuncio é feita em português, imagine se falasse: “écs-êitchii-êm-él”? Provavelmente ele responderia: “É a mãe seu cabra!”. 🙂

Agora, o que eu faço é deixar em casa todo o meu conhecimento, só penso em sites mais rápidos e acessíveis, sites aparecendo em primeiro lugar no rank do google e Yahoo.

Mas sabe? É bem melhor quando você se adapta a realidade, quando você é novo, quer a atenção, quer que seja reconhecido, porem esquece dos exemplos que a vida lhe dá…

Agora percebo porque não comprei aquele tênis cheio de tecnologia e etc… O maldito vendedor me parou enquanto experimentava um calçado, falou tanto de amorteceres de impacto, que a única coisa que me passava na cabeça era sair daquela loja, para outra onde pudesse escolher por conta própria o que eu queria. Veja só! O calçado já estava praticamente vendido, eu entrei na loja e apenas estava escolhendo o modelo, porque o vendedor não fez o simples trabalho de pegar os calçados que queria experimentar e me informar o valor? Sabia ele que eu estava a fim de suas dicas? Se soubesse, teria ganhado a comissão…

E agora, faço uma comparação com a forma que agia, pensando: “Porque não fiz o simples trabalho?”.

Anúncios

  1. 1 Sermão para mim mesmo – XXIV « Stropatus

    […] Sassara (https://tsassara.wordpress.com/2006/10/03/fale-pouco-fale-o-necessario/)  colocou um artigo em seu Blog sob o título “Fale pouco – fale o necessário”, contando […]




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: